Como funciona o exame para detectar a dengue?

Os casos de dengue já se tornaram um dos grandes problemas de saúde pública em todo o país. Principalmente no verão, eles tendem a aumentar consideravelmente. Pensando nisso, o Laboratório Vozza preparou um conteúdo completo para te ajudar a entender tudo sobre essa infecção, dos sintomas ao exame para detectar a dengue.

Continue lendo e confira nossas dicas!

Antes, o que é a dengue?

De acordo com o Ministério da Saúde, a dengue é uma doença febril grave causada por um arbovírus. Este é um tipo de vírus transmitido por picadas de insetos, em especial, dos mosquitos.

No caso da dengue, o mosquito transmissor é o Aedes aegypti, que precisa de água parada para se reproduzir.

Além disso, existem 4 tipos de vírus transmissores: sorotipos 1, 2, 3 e 4. Dessa forma, uma pessoa pode ser infectada até 4 vezes. Após a infecção por um deles, porém, o corpo fica para sempre imune contra o sorotipo que o atacou.

Como ocorre a transmissão?

A transmissão da dengue ocorre durante a picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti infectado com um dos sorotipos (1, 2, 3 ou 4).

Aliás, também pode acontecer o processo contrário, ou seja, o vírus também pode ser passado de humanos para mosquitos. Isso acontece quando um mosquito não contaminado pica uma pessoa com dengue.

Quais são os sintomas da doença?

Antes de saber como é feito o exame para detectar a dengue, é preciso entender quais são os sintomas mais comuns dessa doença, não é mesmo? Veja abaixo alguns deles:

  • Febre alta, acima de 38.5º C
  • Dores musculares intensas
  • Dor ao movimentar os olhos
  • Mal-estar
  • Falta de apetite
  • Dor de cabeça
  • Manchas vermelhas pelo corpo

É importante lembrar que existem casos em que a dengue não apresenta sinais. Por outro lado, em outros, ela pode vir acompanhada de sintomas leves ou graves, como os que citamos acima.

Normalmente, o primeiro sinal da dengue é a febre alta, que pode variar entre 39° e 40° C e costuma durar de 2 a 7 dias. Ela ainda pode estar acompanhada de dores de cabeça, atrás dos olhos, no corpo e articulações, fraqueza, erupção e coceira na pele. Perda de peso, náuseas e vômitos também costumam ser comuns.

No entanto, na fase febril, pode ser difícil diferenciá-la de outras doenças. A forma mais grave da doença costuma incluir dor abdominal intensa e contínua, vômitos e sangramento de mucosas.

Por isso, ao apresentar esses sintomas, procure imediatamente um serviço de saúde para diagnóstico e tratamento adequados.

Como é efeito o diagnóstico da dengue?

Entre os principais tipos de exame para detectar a dengue estão a sorologia, a biologia molecular e o isolamento viral, além dos testes rápidos (usados para triagem).

No Laboratório Vozza você pode realizar um desses exames. Veja mais informações aqui!

Como é feito o tratamento?

Ainda não existe um tratamento para a dengue, apenas algumas medidas que podem ajudar a aliviar os sintomas. Olha só algumas dicas:

  • Faça repouso
  • Mantenha-se hidratado. Este processo pode ser por via oral ou por via intravenosa (com o uso do soro)

E não se esqueça: não tome medicamentos sem antes conversar com o seu médico de confiança.

Há cura para a dengue?

Na maioria dos casos, a dengue tem cura espontânea depois de 10 dias. Entretanto, o grande perigo dessa infecção é o choque hemorrágico, no qual a pessoa pode perder cerca de 1 litro de sangue. Assim, o coração perde a capacidade de bombear o sangue de que o corpo precisa.

Isso pode causar problemas graves em outros órgãos e colocar a vida da pessoa em risco. Por isso, todo cuidado é muito importante!

Dicas para prevenir a dengue

Como dissemos acima, a dengue é uma doença que costuma aumentar muito durante o verão, devido ao clima favorável à multiplicação do mosquito Aedes aegypti em ambientes úmidos e quentes. Por isso:

  • Não deixe água parada em pneus, vasos de plantas, garrafas pets, etc
  • Mantenha fechadas a caixa d’água e a piscina
  • Deixe a tampa do vaso sanitário sempre fechada, principalmente naqueles banheiros que são pouco usados
  • Lave e troque a água dos bebedouros de aves e animais

Além dessas dicas, você também pode usar repelentes, inseticidas e telas de proteção nas janelas.

Para quem tem bebês ou pessoas acamadas em casa, os mosquiteiros podem ser uma ótima opção.

Cuide-se com o Laboratório Vozza

Agora que você já sabe tudo sobre esse assunto, dos cuidados até como é feito o exame para detectar a dengue, converse com seus amigos e familiares sobre essa doença e a importância de cada um fazer a sua parte para combatê-la.

Além disso, conte com o Vozza para realizar os exames para detectar a dengue e cuidar da sua saúde.