Sintomas da AIDS: conheça tudo sobre essa doença

Sintomas da AIDS: conheça tudo sobre essa doença

O dia 1 de dezembro foi dedicado especialmente ao Dia Mundial da Luta Contra a AIDS. Há 31 anos, a data foi instituída pela Assembleia Geral da ONU e pela Organização Mundial de Saúde, após 5 anos da descoberta do vírus causador da AIDS, o HIV. Porém, um assunto que ainda gera muitas dúvidas é: quais são os sintomas da AIDS?

Afinal, como ela se manifesta e como identificar os primeiros sinais dessa doença tão grave? Por isso, o Laboratório Vozza separou um conteúdo completo para você entender mais e tirar todas as suas dúvidas.

Acompanhe.

Antes de tudo: o que é a AIDS?

Primeiramente, antes de saber quais são os sintomas da AIDS, é muito importante saber o que é essa doença.

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (AIDS, na sigla em inglês) é uma doença infectocontagiosa causada pelo HIV. Ainda não existe uma cura para ela, embora o tratamento tenha evoluído bastante ao longo dos anos.

Por sua vez, o HIV, Vírus da Imunodeficiência Humana, invade e destrói as células de defesa do organismo, responsáveis por organizar e comandar a resposta imunológica do corpo diante de possíveis agressores.

Quando não há mais essa proteção, o organismo acaba ficando vulnerável a outras doenças oportunistas, como herpes, tuberculose, pneumonia, entre outras.

Porém, é importante ressaltar que nem todo indivíduo portador do vírus HIV desenvolve a AIDS. Há pessoas portadoras do vírus, chamadas de soropositivas, que vivem sem apresentar sintomas nem desenvolver a doença. No entanto, elas podem transmitir o vírus a outras pessoas, e, portanto, também devem ter acompanhamento médico.

Como a AIDS é transmitida?

A AIDS pode ser transmitida através de relações sexuais sem proteção, compartilhamento de materiais contaminados, procedimentos hospitalares que não observam recomendações técnicas contra a infecção, transmissão pelo parto (quando os cuidados médicos não são respeitados) e pelo aleitamento materno por mãe infectada.

Por isso, é imprescindível usar preservativos durante as relações sexuais e também fazer acompanhamento médico para evitar transmissões de mães para filhos.

Quais são os sintomas da AIDS?

Antes, vamos entender como funciona o contágio pela AIDS.

Logo que ocorre a infecção pelo vírus HIV, o sistema imunológico começa a ser atacado.

Na primeira fase, conhecida como infecção aguda, ocorre a incubação do vírus (tempo da exposição ao vírus até surgirem os primeiros sintomas). Esse período varia de 3 a 6 semanas. Dessa forma, os primeiros sintomas podem ser confundidos com o de outras doenças, por exemplo, uma gripe, como febre e mal-estar.

Já a segunda fase é marcada pela interação entre as células de defesa e as mutações dos vírus. Porém, esse quadro ainda não é suficiente para enfraquecer o organismo, de forma que permita o contágio por outras doenças. Esse período pode durar muitos anos e é chamado de assintomático.

Entretanto, devido ao frequente ataque, as células de defesa começam a se tornar menos eficientes, até que são destruídas. A partir desse momento, o organismo começa a enfraquecer e ficar vulnerável a infecções comuns. A fase sintomática inicial é caracterizada pela redução dos linfócitos (glóbulos brancos do sistema imunológico). Nesta etapa, os sintomas incluem febre, diarreia, suores noturnos e emagrecimento.

Além disso, a baixa imunidade permite o aparecimento de doenças oportunistas. É assim que se chega ao estágio mais avançado da doença: a AIDS. E quem chega até ela por não saber sobre a infecção ou por não seguir o tratamento adequado pode sofrer com hepatites virais, tuberculoses, entre outras doenças.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da AIDS é feito através de exames gratuitos, oferecidos pelas Unidades Básicas de Saúde ou nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA).

O teste é rápido e detecta os anticorpos contra o HIV. O exame é realizado em menos de 30 minutos e precisa, posteriormente, de um outro exame confirmatório, que pode ser realizado na mesma unidade de saúde.

Por isso, ao notar algum dos sintomas da AIDS ou ter alguma suspeita, consulte imediatamente um profissional.

Como é o tratamento?

Como dissemos acima, ainda não há cura para a AIDS. Porém, o tratamento já está bastante avançado e permite que os portadores do HIV levem uma vida com baixos riscos de morte em razão da doença.

O tratamento é feito com medicamentos antirretrovirais, que bloqueiam a multiplicação do vírus no organismo, atuando para auxiliar o sistema imunológico.

Esse tratamento é totalmente gratuito e é oferecido nas unidades de saúde de todo o país.

Exames laboratoriais: conte com Laboratório Vozza

E agora que você já conhece mais sobre os sintomas da AIDS e o que é essa doença, conte com o Laboratório Vozza para manter seus exames sempre em dia. Afinal, quando o assunto é saúde, ele deve ser levado a sério.