Conheça os principais sintomas da Doença de Parkinson

Os sintomas da Doença de Parkinson nem sempre são notados logo nas fases iniciais. Isso ocorre porque, nesses primeiros momentos, os sinais são muito sutis e não chamam muito a atenção. Porém, com o passar dos meses/anos, a doença evolui e se agrava, tornando-se cada vez mais evidente.

A Doença de Parkinson ainda não possui cura. No entanto, quanto mais cedo ela for detectada, mais fácil será encontrar um tratamento que retarde o seu progresso e controle os sintomas apresentados.

Por isso, neste texto vamos listar e explicar alguns dos principais sintomas da Doença de Parkinson para que você fique por dentro desse problema tão comum entre pessoas da terceira idade. Confira!

A Doença de Parkinson

Uma das doenças mais comuns entre pessoas com mais de 65 anos, o mal de Parkinson é um distúrbio nervoso que prejudica a coordenação motora, provocando tremores e dificuldades para se movimentar. Ela é uma doença degenerativa, crônica e progressiva.

Com o envelhecimento, é comum que aconteça a morte gradual das células nervosas, os neurônios. No entanto,  em alguns casos essa perda ocorre em um ritmo muito acelerado. Isso faz com que o sistema nervoso sofra degeneração e tenha deficiência do hormônio dopamina, responsável por controlar os movimentos coordenados das pessoas.

Principais causas

A principal causa da Doença de Parkinson é a degeneração dos neurônios, que causa a deficiência da dopamina em nosso organismo. No entanto, o motivo para essas células nervosas serem afetadas ainda não foi descoberto.

Apesar disso, é possível estabelecer alguns fatores de risco para a doença, com base nos casos até hoje coletados. A idade é um dos principais fatores, como já dissemos. O mal de Parkinson atinge principalmente pessoas com mais de 65 anos.

Além disso, o histórico familiar e traumas isolados ou repetitivos no crânio também são fatores a serem levados em conta. Por fim, a Doença de Parkinson é mais comum em homens do que em mulheres.

Os sintomas da Doença de Parkinson

Tremores:

O tremor é um dos sintomas da Doença de Parkinson mais comuns e conhecidos. Presentes em 70% dos casos da doença, os tremores costumam começar em uma das mãos e, com o passar do tempo, podem afetar outros membros da pessoa, como pernas, lábios e queixo. Esse sintoma é mais comum quando a pessoa está em repouso ou em situações de ansiedade e estresse.

Movimentos lentos:

Outros sintomas da Doença de Parkinson são os movimentos lentos. A agilidade para realizar certos movimentos fica reduzida, dificultando a execução de tarefas simples, como piscar os olhos, se vestir, mastigar, abotoar uma camisa, abrir e fechar as mãos, amarrar os sapatos etc.

Rigidez:

Pessoas com a Doença de Parkinson costumam apresentar uma rigidez acentuada nos músculos. Somado aos movimentos lentos, esse endurecimento dos membros dificulta algumas atividades rotineiras, como abrir os braços, caminhar, subir escadas etc. A rigidez é causada pela falta de dopamina, que deixa de dar a ordem de relaxar para os músculos.

Falta de equilíbrio:

O desequilíbrio está diretamente ligado aos outros sintomas da Doença de Parkinson. Isso porque a rigidez dos músculos e os movimentos lentos dificultam o controle dos reflexos. Isso faz com que as pessoas que apresentam a doença sintam dificuldades para andar e manter a postura, aumentando os riscos de queda. 

Outros sintomas:
  • Alteração no sono e da fala
  • Tristeza e depressão
  • Intestino preso
  • Tontura
  • Incontinência urinária
  • Ansiedade
  • Raciocínio lento

Estar atento aos primeiros sintomas da Doença de Parkinson é muito importante para garantir um tratamento precoce e efetivo. Por isso, fique de olho nesses sinais e conte com a ajuda de um médico sempre que for preciso!

Conte com o Laboratório Vozza para fazer os seus exames e cuidar da sua saúde!