Sintomas do câncer de mama: saiba como identificar

Causado pela multiplicação de células anormais no tecido mamário, o câncer de mama é, atualmente, o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no Brasil e no mundo. E apesar das fases iniciais apresentarem apenas alguns sinais sutis, é essencial estar atento aos sintomas do câncer de mama. Assim, é possível garantir um diagnóstico precoce e aumentar as chances de cura.

E para te ajudar a identificar os sintomas do câncer de mama, preparamos este texto especial. Nele vamos esclarecer as principais características e informações sobre essa doença que afeta milhares de pessoas em todo o mundo. Confira!

O que é o câncer de mama?

Como já dissemos, o câncer de mama surge a partir da multiplicação de células anormais nas mamas, que formam um tumor. Esse tumor pode se expandir e atingir a axila ou outros órgãos próximos. É importante lembrar que o câncer de mama possui um alto índice de cura, mas para que isso aconteça é necessário diagnosticá-lo precocemente.

Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a estimativa de novos casos da doença no Brasil é de 59.770, somente neste ano de 2018.

Quais são os sintomas do câncer de mama?

Nas primeiras fases, o câncer de mama não provoca sintomas muito claros. Mas, à medida que a doença se desenvolve, alguns sinais começam a aparecer. E um dos primeiros sinais que podem surgir é um pequeno caroço na região da mama, que dói ao apertar. Ele pode ser notado através do toque e do autoexame da mama.

Lembre-se de que nem todo nódulo que surge na mama é maligno! Muitos deles são benignos e não representam uma situação de câncer. Por isso, é importante sempre contar com um diagnóstico preciso e a ajuda de um médico.

Além do nódulo, outros sintomas do câncer de mama que se destacam são:

  • Liberação de líquido pelo mamilo, podendo ser sangue
  • Inchaço de toda a mama ou parte dela
  • Vermelhidão na pele
  • Tamanho ou formato diferente das mamas
  • Dores e coceiras frequentes nas mamas ou mamilos
  • Alteração na cor e na forma da aréola

Fatores de risco

 O câncer de mama não é uma doença exclusiva das mulheres. Qualquer pessoa, de qualquer idade, pode desenvolver este tipo de câncer. No entanto, existem alguns fatores que aumentam os riscos da doença. São eles:

  • Mulheres com mais de 50 anos
  • Doença mamária prévia
  • Primeira gravidez após os 30 anos
  • Histórico familiar de câncer de mama
  • Obesidade e sedentarismo
  • Consumo de bebida alcoólica

Apesar dos homens não estarem livres dos sintomas do câncer de mama, podemos considerar esses casos como raros, já que o câncer de mama em homens representa apenas 1% dos casos.

Prevenção

 Podemos dizer que o câncer de mama não pode ser diretamente prevenido. Adotar hábitos saudáveis pode ajudar a diminuir os fatores de risco, no entanto. E como já dissemos, quanto mais cedo diagnosticado, maiores as chances de cura. Por isso, é essencial realizar procedimentos como o autoexame e a mamografia, para tentar diagnosticar a doença o mais precocemente possível.

O autoexame pode começar a ser feito a partir da adolescência, com o crescimento das mamas. O ideal é que seja feito pelo menos uma vez por mês, de preferência no mesmo dia do mês, para que a mulher se familiarize com suas mamas.

Já a mamografia é um exame que deve começar a ser realizado anualmente entre os 40 e 50 anos. Essa é a fase em que começam a surgir as primeiras transformações hormonais nas mulheres.

 

Agora você já sabe o que é a doença, quais são os principais sintomas do câncer de mama, seus fatores de risco e as formas de prevenção, não é mesmo? Então é hora de colocar em prática nossas dicas! Realize os seus exames com laboratórios de qualidade e lembre-se sempre de contar com a ajuda de um médico.

O Laboratório Vozza conta com a estrutura necessária para garantir um diagnóstico assertivo e preciso para você. Confira a nossa linha completa de exames e agende já o seu: http://vozza.com.br/exames/